Zé Ricardo comemora vitória e enaltece reação do Botafogo

Glorioso venceu o Sport por 2 a 0 no Nilton Santos

Após uma sequência ruim, de cinco jogos sem vencer no Campeonato Brasileiro, o Botafogo voltou a triunfar. O resultado de 2 a 0 sobre o Sport, neste sábado, foi comemorado pelo técnico Zé Ricardo, que projeta crescimento para a equipe.

Em entrevista coletiva, ele enalteceu a recuperação do time, elogiou jogadores e já projetou o próximo jogo, contra o Grêmio.

Confira os principais trechos:

AMBIÇÃO

– A gente vê um grupo embolado lá em cima na tabela. Nossa realidade é jogo a jogo. Precisávamos fazer esses três pontos aqui. Foi importantíssima a vitória. Se encerrou uma sequência de quatro jogos em 10 dias. Por isso, o primeiro tempo foi um pouco abaixo. O Sport poderia até ter feito um gol. O segundo foi mais consistente e conseguimos vencer em casa. Tive dois jogos difíceis e hoje fizemos valer o mando. A gente sabia que seria um jogo pesado.

RIVAL

– Acho que o Sport vive esse momento porque é uma zona muito perigosa. Para essa rodada, conseguimos ratificar os três pontos. Em casa, temos obrigação de pontuar. Desde a primeira partida, lá contra o Paraná, tínhamos ansiedade da primeira vitória. Foram dois jogos difíceis antes do jogo de hoje. O grupo todo está de parabéns. Graças a Deus deu tudo certo.

ESTREIA DE ERIK

– O Erik já está conosco faz uma semana. Conversei para saber como ele gostaria de jogar, apresentou níveis excelentes para jogar. Um atleta importante e espero que ele possa me ajudar ainda muito.

DIEGO NO GOL

– A gente tinha um certo receio com o Saulo, pois ele reclamava de incômodo. O Diego está há bastante tempo no clube. É muito calmo, muito participativo nos treinamentos, foi o goleiro do título do Brasileiro Sub-20. Não é fácil para um garoto.

– Acho que o Saulo já está recuperado para o jogo contra o Grêmio. O Gatito está mais próximo do que o Jefferson, que teve uma contusão mais séria. Não sei uma previsão exata.

ENTROSAMENTO

– É um grupo muito receptivo, que sabe de suas limitações e de suas qualidades. Eles têm demonstrado uma abertura grande para que a
gente se entrose cada dia mais.

COBRANÇA

– A gente cobrou dos atletas no intervalo. Para jogar bem tem que competir. Não fizemos no primeiro tempo e oferecemos mais o campo ao Sport. No segundo, o gol deu uma tranquilidade, pois existia um peso para as duas equipes.

BRENNER

– Ele se entregou bastante. Tenho muita confiança nele. Abre espaços para os homens que vêm de traz. O Aguirre já joga mais perto da área.

VOLANTES

– Essa função é fundamental no futebol. Marcação, finalização, a questão do passe chave. Demanda muito dos atletas e temos trabalhado bastante para que eles tenham todas as informações possíveis. Ainda temos o Marcelo, Wenderson…

CONFRONTO COM O GRÊMIO

– Tenho um grupo que gosta de trabalhar e é ambicioso. Jogando no Sul as dificuldades aumentam e precisamos trabalhar bem.